09/09/2012

Porto - O Bolhão e o Dragão

Depois de uma noite de sono muito bem dormida no albergue do Porto, levantamos cedo no sábado pela manhã para aproveitar nossas últimas horas na cidade. Tomamos o pobre café da manhã no pátio do local, aproveitando o tempo ensolarado que estava fazendo, com uma temperatura bem agradável na casa dos vinte e poucos graus.

Nossos objetivos eram singelos: conhecer o Mercado Público do Bolhão, o mais famoso do Porto, e se possível dar uma passada no Estádio do Dragão. 

Fomos caminhando pelo centro quase vazio das primeiras horas da manhã até o mercado público, que estava igualmente pouco movimentado. Como o café não tinha sido forte e como a caminhada foi maior do que o esperado, reforçamos o estômago com um lanche numa confeitaria que estava aberta em frente ao mercado. 





Do lado de dentro, confesso que ficamos decepcionados. Nada de imperdível, apenas um mercado público como tantos outros meio mal cuidados que conhecemos aqui no Brasil. 

Alguns setores do mercado, aliás, estavam bem sujinhos, percebendo-se muitas pombas (e consequentemente a sua sujeira) em algumas partes. O cheiro de peixe, como é normal em mercados, estava bem forte. Para compensar, apenas algumas barraquinhas de flores, que mereceram um pouco da nossa atenção. Quase de nada para comprar de interesse turístico - essa foi a nossa conclusão. 

Na volta do mercado até a estação São Bento, decidimos que o melhor seria voltar até o albergue, pegar nossas coisas, fazer o check out da nossa hospedagem e fazer a visita ao estádio com as mochilas prontas para seguir viagem para Lisboa. 

No caminho, até encontramos mais algumas coisas interessantes, como igrejas todas cobertas com azulejos típicos na fachada e livrarias antigas, com algumas raridades de conteúdo hoje considerado politicamente incorreto (como uma coleção sobre as "raças humanas").




Depois de pegarmos nossas mochilas e dar adeus ao albergue, fizemos uma baldeação e seguimos até o final da linha A do metrô, para pular na estação Estádio do Dragão, pertinho do estádio. 

O estádio do Dragão pertence ao time do Porto e foi inaugurado em 2003, justamente para servir como uma das sedes da Eurocopa 2004, quando foi utilizado em 5 partidas. 


Embora tivéssemos podido circular por algumas partes do estádio e até enxergar o campo, demos azar e perdemos por alguns minutos o último tour guiado daquele dia que estaria dentro do nosso esquema de horários. Por isso, tivemos que nos contentar com algumas fotos externas ou pelos portões do estádio, para então pegar um metrô de volta à estação de trens de onde seguiríamos para Lisboa. 

2 comentários:

Maria Cleide disse...

Olá!Hoje "descobri" seu blog e posso falar que estou adorandoooo!!Não consigo parar de ler.Vou p/ Itália e suas informações são preciosíssimas!
Obrigada por compartilhar com as pessoas que amam viajar,como eu!
Maria Cleide - Brasília-DF

André Augusto Cella disse...

Obrigado!