12/03/2011

Santiago - Pucón com a Sky Airlines


O Chile tem basicamente duas grandes empresas aéreas que cobrem as principais cidades do país e que competem entre si: a Lan, que agora está comprando a nossa TAM e que se equivale a essa empresa em termos de filosofia de serviço, e a Sky, que equivale a nossa Gol nas estratégias comerciais.

Para os brasileiros que querem comprar suas passagens a partir do Brasil, a Sky é quase uma desconhecida, porque privilegia a venda direta no seu próprio site e, além disso, acaba restringindo a compra das tarifas mais baratas a cidadãos chilenos ou nas operações feitas dentro do próprio Chile. Apesar de todos os pesares, por questões de conveniência de horário e preço, decidi comprar nossas passagens para ir até Pucón pela Sky.
Fiz a compra aqui pelo Brasil, com agência de viagem, e acabei morrendo com uns R$ 80 reais a mais de comissão do agente, porque nem eles (nem eu) sabiam que a Sky não paga comissão a intermediários. No fim da história acabou saindo bem caro: cerca de R$ 600 por pessoa no trecho ida e volta Santiago - Temuco, que é a cidade que tem aeroporto com voos regulares mais perto de Pucón, onde queríamos passar 4 noites, inclusive a virada do ano.

Recentemente, houve um post sobre essa companhia no blog "Aquela Passagem", que pode ser conferido na página http://www.aquelapassagem.com.br/sky-airline-chile-uma-alternativa-a-lan-no-chile/
Baía de Concepción
Vulcão Illaima ao fundo

Como já comentei naquele blog, tivemos uma experiência desagradável em razão do calor excessivo que fazia dentro do avião enquanto esperávamos a decolagem e na conexão que fizemos em Concepción. O ar condicionado parecia não dar vencimento enquanto a aeronave estava em solo. Tirando esse grave inconveniente, no mais não tivemos queixa. Pontualidade, comida boa, serviço tranquilo, inclusive, segundo nos disseram, bem melhor que o que a Lan vinha oferecendo naquela mesma rota.

O grande fator que nos levou a chegar mortos de cansados em Pucón, no entanto, não teve nada a ver com a companhia aérea. A questão é que, embora a distância entre Temuco e Pucón seja de apenas 100km, os ônibus que fazem o percurso levam quase duas horas para percorrer o trajeto.

Pegamos um desses na rodoviária de Temuco, depois de vir de táxi do aeroporto, e só fomos chegar em Pucón quase às 22h daquele mesmo dia, morrendo de vontade de cair numa cama e dormir bastante.
Embora esse tempo possa ser um pouco reduzido contratando algum transfer, não dá para evitar o desgaste dessa distância toda (e também de ficar se perguntando porque Pucón tem um aeroporto - codigo ZPC - e não existem voos regulares para lá o ano inteiro...).

Nenhum comentário: