12/09/2010

Sarajevo - Ferhadija


Ferhadija é o bairro mais central de Sarajevo. O estilo é bem diferente daquele visto no bairro turco logo ao lado. Aqui, a influência do Império Austro-Húngaro é visível. Os prédios tem aquele mesmo estilo dos prédios de Viena, inclusive nas cores.

Li em algum dos guias que esse bairro foi um dos primeiros do mundo a ter iluminação pública elétrica (dizem as más línguas que a cidade foi usada de cobaia porque ainda tinham medo de usar energia elétrica para esse propósito e preferiram testar ali, no tempo em que a Bósnia era como que uma colônia imperial).

Já estava escurecendo quando começamos a andar por suas ruas. Ficamos mais de meia hora bem em frente à igreja principal, assistindo a grupos de danças folclóricas de tudo quanto é lugar do leste europeu dando canjas de suas performances. Havia um festival de dança na cidade, que estava ocorrendo num outro parque ali perto, mas para fazer propaganda os grupos estavam fazendo apresentações de 5 minutos cada um.

Naquela hora, com as ruas cheias de gente, as apresentações rolando, deu para sentir bem o clima acolhedor da cidade. A capital do país, que tempos atrás estava abaixo de tiros, agora era um lugar simples, tranquilo, como alguma cidades do interior.

Ainda andamos um pouco em direção ao sul. Vimos os prédios do Banco Central da Bósnia e do Ministério de Finanças, que tem um estilo meio nazista (e efetivamente foram ocupados por eles na II Guerra) e o monumento ao Marechal Tito, com uma chama eterna, cheio de coroas de flores. Quando chegamos ao fim da parte exclusiva para pedestres, demos meia volta e escolhemos um café para tomar algumas Sarajevsko Pivo.
À noite, como era domingo, já tinham nos avisado que não havia muito o que fazer na cidade. As opções eram alguns pubs abertos (City Pub, Baghdad Café, Hacienda, etc.), todos muito próximos do albergue em que estávamos, no próprio bairro de Ferhadija. O The Club, que seria o lugar mais agitado nas sextas e sábados, também fica por ali, mas no extremo sul do bairro, em direção à estação de trem, perto da maior mesquita de Sarajevo. Com a chuva fina que começou a cair à noite, decidimos só tomar mais umas cervejas e não chegava a 1h30 quando voltamos ao albergue para dormir.

Ao contrário da noite anterior, em Istambul, a temperatura já estava extremamente agradável e tudo conspirava para uma boa noite de sono, com direito a chuvinha fina caindo e tudo. Não sei se por causa do cansaço acumulado, se porque tomei ou comi alguma coisa que não fez bem, contudo, foi uma das minhas piores noites na viagem. Acordei uma hora para ir ao banheiro e só voltei a dormir umas três horas depois. Enquanto isso, tive a “oportunidade” de ficar ouvindo vários muezins ao longo da noite fazendo cânticos para chamar os fiéis à reza!

Nenhum comentário: