08/07/2011

Santorini: Oía


Oía (pronuncia-se Ía) é uma cidadezinha no extremo norte de Santorini, que tem a fama de ter o pôr-do-sol mais belo do mundo.

A paisagem da cidade, tanto para quem vê de dentro, como para quem vê de fora, no mar, é das mais espetaculares que existem. Quase todos os ângulos revelam um cartão-postal diferente. Sem dúvida alguma, é um dos lugares mais bonitos em que já estive.
Ficar lá custa muito caro - o foco são casais em lua-de-mel dispostos a gastar muito dinheiro em pensões e hotéis butique, muitos construídos em antigas casas de família. O "must" é alugar um quarto com sacada privativa com vista para o pôr-do-sol.

Todas as tardes, centenas e centenas de pessoas (quando estivemos lá, havia muitos e muitos chineses) chegam de ônibus nas redondezas da cidade e se dispersam pelas ruelas por onde só passam pedestres (e burros de carga) para catar algum lugar favorável para esperar o pôr-do-sol. Antevendo o problema cada vez maior, já se fala inclusive em limitar a entrada diária de turistas na cidadela.
Observe as pessoas espremidas na muralha

Fomos duas vezes passar o fim de tarde por lá. Na primeira delas, chegamos um pouco depois das 17h, deixamos o carro num estacionamento público (surpreendentemente gratuito, como todos em Santorini) e fomos andando pelas ruelas, sem um objetivo específico.


Na primeira vez em que chegamos nos muros que dão a vista para o mar, a partir da rua mais central de Oía, tivemos uma daquelas sensações que valem a viagem por si só. A partir dali, foram descobertas e mais descobertas pelos cantinhos escondidos das cidades. Aqui e ali, algumas placas de "propriedade privada, não avance" interrompiam nossos planos, mas a vontade de buscar mais e melhores ângulos de visão nos tomou um bom tempo, até que pensamos em procurar algum lugar com terraço aberto para esperar a maior atração do local.

Nenhum comentário: