23/01/2012

Stop over em Istambul

Como a opção de companhia aérea para viajar à Tailândia acabou sendo a Turkish Airlines, uma parada em Istambul estava programada para as conexões de ida e de volta. Já sabendo das experiências de outras pessoas que viajaram à Ásia, organizei stop overs na cidade nas duas oportunidades, para poder dormir um pouco melhor e ainda, de quebra, conhecer alguns lugares que haviam ficado faltando no meu roteiro pela cidade em 2010, nas paradas que fizemos por lá indo e vindo da Croácia.

O fato de ser inverno em Istambul no início de janeiro, confesso, me deixou um pouco estressado com a história de ter que levar roupas pesadas, que só seriam usadas na cidade e em momento algum posteriormente na Tailândia. Acompanhei a previsão do tempo nos últimos dias da viagem e no fim das contas vi que não seria tão ruim assim. O tempo estaria seco, com sol e tudo, e a temperatura estava oscilando entre 13ºC e 4ºC, com sensação térmica sempre positiva.

Depois de um rápido voo de Porto Alegre a Guarulhos, esperamos umas 3 horas até o único horário de voo da Turkish direto entre São Paulo e Istambul, que sai à 1h15 da madrugada. Embarque e voo tranquilo, saindo no horário, sempre com boas refeições (a companhia é a melhor do mundo nas refeições servidas em classe econômica segundo o Skytrax) e pouso dentro do esperado na Turquia. Consegui dormir pelo menos umas 6 das 11 horas e meia de voo até lá.

Chegando no aeroporto, a imigração, como já tinha ocorrido em 2010, foi bastante rápida, mas outro fato daquela vez se repetiu: uma demora irritante de cerca de 40 minutos até que a primeira bagagem de nosso voo aparecesse na esteira. Quando finalmente estávamos de posse de nossas coisas, passamos reto pela alfândega, sacamos umas liras turcas para os gastos e pegamos um táxi.

O hotel escolhido para as cerca de 40 horas que passaríamos na cidade era o Armada, um lugar bastante simpático, decorado com motivos típicos do Império Otomano, localizado numa ruazinha de calçamento entre a Kennedy Cad. (avenida beira-mar que vai quase do aeroporto até a Ponta do Serraglio, no Topkapı Sarayı) e o bairro de Sultanahmet propriamente dito. Fica também a poucos passos da estação de trem metropolitano Cankurtaran e a 10 minutos da entrada do Topkapi e da Santa Sofia. Deve estar a uns 20 minutos do Cheers Hostel, onde fiquei em 2010.

O hotel é indicado em guias de turismo como o Istanbul City Guide da Lonely Planet pelo restaurante que tem no seu terraço, o “Teras”. De lá, que é o mesmo lugar onde se toma o café da manhã, pode-se ver de um lado uma bela panorâmica do Mar de Mármara e do outro lado a Sultananahmet (Mesquita Azul) em primeiro plano e a Aya Sofia um pouco mais ao longe. No verão, as mesas do lado de fora do terraço são abertas e pode-se jantar a céu aberto. No inverno, só na parte coberta, que é toda envidraçada.

Com uma temperatura de uns 8ºC à noite, preferimos jantar por ali mesmo, no famoso restaurante, e pedimos uma seleção de “mezzes” turcas (que são como as “tapas” locais). A comida lembra bastante algumas coisas que experimentamos na Grécia e que também podem ser encontradas em alguns restaurantes de comida árabe aqui no Brasil: carnes de carneiro e de frango grelhadas com temperos a partes, rolinhos de repolho recheados com carne, pastas de grão de bico e de berinjela, pão pita, queijo feta, tudo sempre acompanhado de azeitonas.

Depois de uma noite bem dormida com a calefação do quarto a mil, acordamos para o café da manhã do hotel, no mesmo local da janta. Deparamo-nos com um buffet bastante exótico, cheio de frutas secas (damascos, figos, uvas), iogurte natural amargo, favas de mel, diferentes queijos temperados, sobremesas turcas tradicionais, os famosos turkish delight e vários pratos salgados e fritos, muitos com carnes e com cogumelos, que assustavam um pouco àquela hora da manhã. No saldo, foi aprovado, pois se alguma coisa não agradava, a variedade proporcionava sempre outra escolha.

REFERÊNCIAS DE GASTOS

- Táxi do aeroporto Istanbul Atatürk até o bairro de Sultanahmet: TL 37,00 (cerca de 36 reais)

- diária no Hotel Armada em quarto de casal, para 2 pessoas: 85 euros (cerca de 195 reais)

- seleção de mezzes turcas: mais ou menos 27 reais por pessoa

Nenhum comentário: