25/08/2012

Vinho do Porto

O vinho do Porto é um produto mundialmente conhecido que levou o nome da segunda maior cidade portuguesa à sua fama atual. Um passeio por uma vinícola especializada na produção e comercialização desse produto é algo obrigatório a quem passa na cidade.

Citando a Wikipedia: "o vinho do Porto é um vinho natural e fortificado, produzido exclusivamente a partir de uvas provenientes da região demarcada do Douro, no norte de Portugal a cerca de 100 km a leste da cidade do Porto. (...) Apesar de produzida com uvas do Douro e armazenada nas caves de Vila Nova de Gaia, esta bebida alcoólica ficou conhecida como "vinho do Porto" a partir da segunda metade do século XVII por ser exportada para todo o mundo a partir desta cidade. Vila Nova de Gaia é o local com maior concentração de álcool por metro quadrado do mundo. (...) O que torna o vinho do Porto diferente dos restantes vinhos, além do clima único, é o facto de a fermentação do vinho não ser completa, sendo parada numa fase inicial (dois ou três dias depois do início), através da adição de uma aguardente vínica neutra (com cerca de 77º de álcool). Assim o vinho do Porto é um vinho naturalmente doce (visto o açúcar natural das uvas não se transforma completamente em álcool) e mais forte do que os restantes vinhos (entre 19 e 22º de álcool)."

As vinícolas são quase todas bastante próximas umas das outras e há uma em cada canto da parte de Vila Nova de Gaia que fica diretamente do outro lado do rio, em relação à Ribeira. As mais conhecidas são a Ramos Pinto (os fãs de Friends devem lembrar de um cartaz que existia no apartamento da Monica com a imagem símbolo dessa vinícola), a Sandeman (que tem os maiores cartazes publicitários próximos à ponte D Luís) e Taylor's (uma das marcas mais fáceis de encontrar nos free shops do mundo inteiro).



Seguindo a dica do Lonely Planet, caminhamos um pouco mais mas fizemos a visitação gratuita da Taylor's, que ocorria de meia em meia hora. 

Além de entender um pouco sobre o processo de criação do vinho do Porto, o tour serve para conhecer o interior dos armazéns da companhia e, obviamente, para experimentar um pouco de diferentes tipos de vinho do Porto, como os tawny e os ruby.




Nem sabia que existia, mas tomei até vinho do Porto branco naquela oportunidade. Para quem quer levar presentes para conhecidos, a boa é comprar mini-garrafinhas do produto que são vendidas em kits. 

Quando terminamos o tour, vimos que já eram uma 5 horas da tarde, mas tivemos uma grata surpresa: pela primeira vez o sol tinha dado as caras na cidade. Assim, conseguimos tirar algumas fotos mais legais da vista da Ribeira, antes de atravessar novamente a ponte, dessa vez na direção oposta.




Nenhum comentário: