22/05/2009

Requisitos migratórios para a Europa ATUALIZADO

Com exceção de Londres, todos os demais vôos diretos entre o Brasil e a Europa chegam em aeroportos dentro do Espaço Schengen, o que significa a observância de requisitos comuns de entrada (Madrid, Lisboa, Porto, Paris, Milão, Munique, Frankfurt, Amsterdam).

A imigração (entrada) é feita no primeiro aeroporto onde você desembarcar, independentemente de ser aquele o seu destino final ou não. Mesmo se tiver uma conexão marcada para alguns minutos depois, é nele que fará sua entrada na União EuropEia.

Há vezes que em ninguém pergunta absolutamente nada, simplesmente carimba seu passaporte e manda passar. Outra vezes, pode fazer um montão de perguntas e inclusive levar a pessoa para uma sala para averiguações mais detalhadas. Qualquer que seja a sua sorte, fato é que existem alguns requisitos a serem observados para entrar na União EuropéEa como turista (fora desses casos, verifique como tirar visto):

  • Passaporte válido por até 6 meses depois da volta. Você nem vai conseguir embarcar num avião aqui no Brasil sem passaporte; ele é o seu documento de identidade lá fora.
  • Bilhete de passagem aérea com ida e volta no máximo 90 dias depois (se passar desse prazo, você precisa apresentar algum tipo de visto, como residência temporária ou visto de trabalho). Esse é o requisito mais importante, depois do passaporte. Invariavelmente dão uma olhadinha nas suas passagens para ver se você tem a volta já comprada.
  • Seguro de saúde com cobertura mínima de 30.000 euros. Nunca conheci ou ouvi alguém que tenha tido que comprovar que tinha seguro, mas a regra é obrigatória e podem pedir se quiserem. Esse seguro pode ser feito em qualquer agência de turismo que trabalhe com viagens à Europa ou, ainda, ser disponibilizado pelo seu cartão de crédito, se você comprar a passagem usando o cartão (o Visa Platinum é assim).
  • Reservas de hospedagem ou carta-convite. Você tem que comprovar onde vai ficar. Se é em albergue, hotel ou pousada, tem que ter uma reserva feita (pelo menos para os primeiros dias). Se é na casa de amigos ou parentes, uma carta deles explicando que você ficará na casa deles. Reservas podem ser feitas pela internet, mas o importante é levar um comprovante impresso disso (seja o e-mail de resposta, seja a página gerada pelo site de reservas, seja o voucher emitido pela agência de turismo).
  • Dinheiro suficiente para custear a viagem. Você tem que comprovar uma quantia mínima de dinheiro proporcional ao tempo de sua viagem. Em média costuma-se exigir algo em torno de 60 euros por dia de viagem. Faça as contas. Não precisa ser tudo em dinheiro vivo. Pode ser através de cartão de crédito (tem que comprovar por escrito o limite do cartão, com a fatura ou informação disponível no site do seu banco), pode ser através de Visa Travel Money (tem que ter alguma prova escrita do saldo), pode ser através de traveller checks, dólares, euros. É bom ter uma quantia inicial para pequenas despesas antes de encontrar algum caixa automático.

Basicamente, os requisitos são esses. Para ficar ainda mais seguro, é aconselhável levar provas dos vínculos que você tem aqui no Brasil, ou seja, tudo aquilo que sirva para comprovar que você tem muitos motivos para voltar para casa: cópia da carteira profissional assinada ou carteira funcional, contra-cheques, declarações de imposto de renda, certificados de propriedade de veículos, certidões de empresas que estejam em seu nome, certidão de casamento com alguém que more bo Brasil, comprovante de endereço atual, etc. A prova de vínculos é mais exigida na imigração nos EUA que presume todos como imigrantes ilegais até prova em contrário, mas mesmo assim reforça a prova exigida na UE, que se foca na prova das condições econômicas do turista para fazer a viagem.

No mais, o importante é não ficar nervoso. Responda só o que perguntarem, mas responda com firmeza e certeza. O primeiro passo para entrar em contradição é contar alguma mentira. Saiba o que você vai fazer nos lugares para onde vai. É comum perguntarem: "Se você é turista, o que veio ver aqui em Madrid?" Não saber responder uma pergunta dessas pode colocá-lo numa fria. Para não chamar a atenção nem para o mais nem para o menos, vá com uma roupa normal, compatível com o clima do destino, sem estar ajeitado demais nem muito desarrumado, com uma boa aparência no que se refere a higiene, etc. Numa blitz, é lógico que eles têm a obrigação de parar um % de pessoas para averiguações - coloque-se no lugar desses oficiais e pense quem você pararia como suspeito, numa turma de 300 pessoas: o sujeito de calça jeans, camiseta e mochilinha ou aquele magrão barbudo, arrastando as calças, usando casacão mesmo com um calor de 30ºC?

13 comentários:

Anônimo disse...

muito esclarecedor este post.
procurei em muitos sites sobre os requisitos migratórios e este, foi, sem dúvidas, o melhor.
Obrigada!

André Cella disse...

OBRIGADO!

Anônimo disse...

Realmente muito esclarecedor, pq possui pequenos detalhes naqual desconhecia... muito obrigada

Anônimo disse...

Oi André
Muito boa as explicações, mas tenho uma dúvida sobre o seguro viagem para o espaço Schengen. Sou cidadã portuguesa e brasileira, irei viajar para portugal, frança, holanda e inglaterra com o meu passaporte português (portanto como cidadã europeia), é necessário eu ter o seguro viagem, pois eu venho do Brasil, ou como também sou cidadã portuguesa nao será cobrado?
Obrigada e parabéns pelo site.

André Augusto Cella disse...

Se entrar com o passaporte português, não passa pela imigração e ali não devem cobrar seguro.

julia disse...

Oi Andre,
muito bom o post, mais fiquei com uma duvida. Você falou no começo: com exceção de Londres. Quer dizer que estas regras não valem para lá?
Eu estou indo para europa e chego por londres, gostaria de saber se preciso fazer algo diferente! Obrigada.

Manuela disse...

Muuuito bom! Completo!
Parabéns!

Mathias disse...

Ótimo post! Parabéns e obrigado!

Anônimo disse...

gostaria de saber sobre comprovante de hospedagem, eu vou para 4 paises é pretendo entrar por paris, 4 dias paris,4 madrid, 4 porto,4 roma, ai eu volto para paris para voltar para o brasil, mais na entrada em paris eu terei que comprovar que irei ficar hospedado 16 dias em paris ou mostra o comprovante que irei ficar em varia cidade?

André Augusto Cella disse...

É o comprovante de cada cidade, cobrindo o período inteiro (algumas pessoas dizem que só os primeiros dias bastariam, mas sempre levo tudo).

Anônimo disse...

muito obrigado! pena que eu só vou lá para perto de 2013!

Anônimo disse...

Vou visitar a Itália, França e Espanha. Minha dúvida é se é necessário passar pela Imigração a cada deslocamento de um pais para o outro ?

André Augusto Cella disse...

Não... Veja mais em http://demochilao.blogspot.com.br/2008/03/unio-europia-espao-schengen-e-zona-do.html