14/02/2012

Jantar cruzeiro no Rio Chao Phraya

O rio Chao Phraya é uma atração das mais importantes de Bangkok, porque a partir dele podem-se ver os principais pontos turísticos da cidade de um ponto de vista completamente diferente e sem o stress do trânsito, de quebra com a brisa mais fresca das águas.
A maioria dos mochileiros e do pessoal viajando sozinho ou com os amigos faz passeios pelo rio apenas usando o transporte público (Chao Phraya Express, do qual já falei nos posts sobre os deslocamentos em Bangkok), descendo de vez em quando em algum dos mais de 20 piers ao longo da cidade.

Para quem está com a família ou vai acompanhado, como era o meu caso, o mais legal é embarcar num dos jantares-cruzeiro que saem quase todas as noites na alta temporada, com uma duração média de 2 horas e ainda com direito a dancinhas típica a bordo. Há várias empresas fazendo esse tipo de passeio e a maioria inclui no preço o transfer de ida e volta entre o hotel do freguês e o ponto de partida e retorno do cruzeiro.

Algumas empresas, como era o caso da que escolhemos, inclusive oferece dois horários: um primeiro, entre as 18h e as 20h (o sol se põe às 18h10, por isso é uma boa para aproveitar a mudança da paisagem) e outro logo em seguida, das 20h às 22h.

Muitas das empresas usam barcaças tradicionais que eram (e ainda são) utilizadas no transporte do arroz das planícies centrais até Bangkok ou os portos no Pacífico – obviamente que totalmente remodeladas por dentro. Outras usam barcos mais modernos e maiores, com capacidade para mais gente. Aqui, a regra é simples: os menores cobram um pouco mais caro, os maiores cobram menos, porque conseguem levar mais gente.

O passeio é muito bem organizado e a comida bem servida. Assim que chegamos, vimos que os nomes das pessoas já estavam nas mesas (até tivemos receio de ter que dividir mesa com outro casal ou de ficar de costas para a frente do barco, mas logo vimos que eles tinham mesas maiores para família e menores para casais, de modo que ninguém dividiu mesa com estranhos). Um pouquinho depois que o barco saiu, já vieram as entradinhas e logo em seguida uma escolha de sopas.
Os pratos principais eram bem típicos da Tailândia, mas os molhos mais picantes sempre vinham à parte. Geralmente são porções pequenas, mas em grande variedade. No final, sobremesas, também típicas – tudo sempre acompanhado de bebidas como vinho e coquetéis.
Com relação á comida, eu daria nota 9,5 ou 10!

As danças típicas tailandesas, para quem não conhece, não são muito empolgantes –baseiam-se mais em movimentos das mãos e dos olhos da dançarina, vestida com trajes dourados, que faz movimentos bem curtos, geralmente só de lado. As musiquinhas enjoam logo, mas vale a experiência.

Já com relação às paisagens, também , tenho que dizer que vale bastante a pena o passeio. Os templos mais tradicionais, como o Wat Arum, as pontes mais modernas e os prédios do governo são todos bastante iluminados à noite, dando-lhes tons de dourado.
 
 
 
 

Tínhamos um pouco de preocupação também com o balanço em excesso do barco, até porque o rio tem bastante ondas, mas não nos sentimos mal em nenhum momento, porque a própria velocidade do barco já é o suficiente para mantê-lo sempre num mesmo movimento, sem pender para os lados.

REFERENCIAS:

- há várias empresas que fazem o passeio. Pesquisamos na internet e acabamos escolhendo a Loy Nava Tours (www.loynava.com), mas vimos outras com mais barcos e de tamanhos maiores (mas mais cheios), como a Chao Phraya Princess Dinner Cruise (www.thaicruise.com) e a Chao Phraya Cruise (http://www.chaophrayacruise.com) ;

- o passeio não é barato – pacote cruzeiro + jantar + bebidas + transfer fica nuns R$ 180 por pessoa, sem contar uma gorjetinha que o pessoal constrange a dar na saída, de uns R$ 5.

Nenhum comentário: