09/05/2010

Laguna Verde e fronteira

Depois dos gêiseres e das águas termas, demos uma paradinha no alojamento ao lado das piscinas para uma espécie de segundo café da manhã e retomamos a estrada. Agora, nosso destino era a Laguna Verde, a última que visitaríamos naquele passeio antes de seguir viagem para o Chile.

A estrada entre a Laguna Salada e a Laguna Verde é uma das mais bonitas da viagem, embora tenha bastante areia e pó. O destaque é a paisagem, que lembra alguma coisa do que já vi na TV ou em filmes sobre o Tibet. Montanhas totalmente sem vegetação, salpicadas por blocos de neve, no meio de uma paisagem árida. Muito bonito de se ver mesmo.
Creio que não demore mais de uma hora para chegar à Laguna Verde. Quando se está lá, a visão impressiona muito também. O vulcão Llicancáhur, ao fundo, dá o toque majestoso ao lugar. A água da lagoa é realmente verde esmeralda, embora pareça meio opaca. Muito bonita.
Ali, naquele lugar, já em clima de fim de tour, fizemos algumas fotos do grupo todo e demos mais umas caminhadas para conhecer o lugar. Dos nossos seis, três retornariam a Uyuni (os holandeses e a brasileira) e nós três pegaríamos o transfer para San Pedro de Atacama.

A fronteira fica a uns 15 minutos de Laguna Verde. Quando se chega lá, se pode ver o postinho da Migración Boliviana, que nem sempre está aberto. Para evitar esse problema, como contei no post sobre Uyuni, já tínhamos carimbado nossa saída antecipadamente, por isso nem passamos pela migração. A migração chilena não é feita naquele ponto, só em San Pedro de Atacama, uma hora de estrada depois.

Ali, há vários ônibus chilenos, que fazem o transfer de ida e volta dos turistas hospedados em San Pedro que querem conhecer a parte boliviana. Um não entra no território do outro, os turistas é que trocam de veículo.

Um comentário:

Patricia Rodin disse...

OI Andre,
Muito legal seus relatos, tudo muito explicadinho...
Eu to querendo viajar em Janeiro para a Bolivia com a minha filha que tera 1 ano e 10 meses, o que vc acha, rola? Tanto em relacao a altitude como os passeios, principalmente do Salar.
Outra opçao é a regiao de Salta e Mendonza na Argetina, acha que com crianca é melhor ou nenhuma das 2 opcoes? O que vc me proporia?
muito obrigada, Patricia