07/06/2011

Onde ficar em Atenas


Atenas (Αθήνα) é uma metrópole que não pára de crescer com mais de 3,5 milhões de habitantes, bastante espalhada geograficamente. Mesmo assim, as áreas de maior interesse turístico são relativamente próximas entre si e podem ser percorridas a pé, bastando apenas um pouco de disposição.

Basicamente, o que um turista que vai passar menos de três dias na cidade quer ver fica nos bairros de Plaka, Syntagma, Monastiraki e Omonia. A Acrópole não é um bairro em si, porque não é habitada – é um morro cheio de ruínas clássicas bem ao lado de Plaka.

Nas pesquisas que fiz sobre hotéis, fiquei sabendo que os arredores de Monastiraki e Omonia podem ser bem boca-braba à noite. São muito frequentes os relatos de pequenos furtos e até mesmo assaltos à noite ou cedo da manhã nessas regiões. Além disso, há muita prostituição e consumo de drogas nessas partes da cidade, fora do horário comercial.

O bairro de Plaka, por sua vez, é o centro histórico da cidade. Por isso mesmo, tem ruas estreitas e muitas vezes com restrições ao trânsito. Por ser o preferido dos turistas, tem os preços mais altos e não necessariamente os melhores serviços. Como concentra muitas tavernas e restaurantes, também pode ser bastante barulhento noite adentro.

Excluindo os primeiros três, acabei ficando com Syntagma. É o centro “novo” da cidade, com uma cara bem anos 60, no qual ficam os prédios públicos e a maior parte do comércio tradicional. Os hotéis são mais voltados para pessoas viajando a trabalho, por isso são mais em conta que os estabelecimentos da Plaka, preferidos pelos americanos, ingleses e alemães, que são os turistas em maior número no país. Andamos à noite por aquela região em mais de uma oportunidade e não tivemos qualquer problema e nem vimos nada suspeito.

Se a intenção é ficar em hotéis supermodernos, mais caros, aí, pelo que soube, o negócio é procurar algo na região de Kolonaki, ao redor da estação Evangelismos. Existe ainda a possibilidade de ficar em algo com vista para o mar, mais próximo do porto de Pireus, onde também há bastante opções para sair à noite ou mesmo para se exercitar e caminhar no final de tarde.

Como nessa viagem de casal não cheguei nem a cogitar ficar em um albergue, acabei não fazendo qualquer pesquisa, por isso não tenho dicas a respeito para dar.

Nenhum comentário: