24/08/2011

De Volta ao Prata


Em maio de 2009, comecei a relatar como tinha sido meu segundo mochilão, em novembro de 2003, por Buenos Aires e Montevideo, tendo publicado apenas dois posts: esse, esse aqui e esse aqui.

Aquela foi a primeira vez que viajei sozinho para o exterior, a primeira vez que me virei numa cidade grande (minha vida inteira só tinha morado em cidades com menos de 300 mil habitantes, até então) e uma das viagens mais econômicas que já fiz na vida.

Basicamente, o dinheiro que usei era o que tinha sobrado da viagem a Machu Picchu – cerca de 160 dólares (mas que na época valiam mais de 500 reais, por causa do câmbio).

Foi uma viagem curta, de apenas 6 noites, mas serviu para jogar minha autoestima lá em cima. Percebi que, mesmo que não houvesse ninguém para me acompanhar, poderia fazer o que me desse na telha e ainda aproveitar bastante um lugar que tinha vontade de conhecer havia bastante tempo.

Logo em seguida, porém, dei uma parada e fiquei uns dois meses sem postar.

Quando voltei à ativa, já estava pessoalmente envolvido na organização de uma viagem no meio do inverno para o Atacama, o Salar de Uyuni e o norte argentino. Os relatos desse mochilão acabaram tomando o blog por vários meses, exibindo algumas das fotos que considero das mais bonitas que tenho em viagens.

Depois dessa viagem, comecei a falar sobre o Chile (viagens com minha mulher e com meus amigos), e mais uma vez parei tudo e comecei a falar de outra – a dos Bálcãs. Depois disso veio a viagem à Grécia e assim Buenos Aires e Montevideo foram ficando para trás, cada vez mais distantes.

Dando uma olhada geral no blog e talvez motivado pelos jogos da Copa América (quando me peguei torcendo várias vezes pela “Celeste”), percebi ainda que até hoje nunca postei nada sobre o Uruguai, um dos lugares para onde tenho viajado com mais freqüência nos últimos anos. Seja nas poucas horas de compra em Rivera, nos feriadões em Punta, Colônia ou Montevideo ou num simples jogo de futebol, o Uruguai acabou se tornando um dos meus destinos mais comuns, e não escrevi nada sobre esse simpático país vizinho.

Pois bem. Decidi então que era hora de retomar aquela primeira viagem a Buenos Aires, feita oito anos atrás, como ponto de partida para falar um pouco sobre essa região que, para quem mora no sul do Brasil, é muito fácil de conhecer.

Como minhas passadas por Buenos Aires já chegam a quatro e as de Montevideo a três, muitas das fotos que ilustram as postagens não são necessariamente daquele mochilão e as dicas e impressões também são resultado dessas idas e vindas dos últimos anos.

Um comentário:

KaorU. disse...

Nossa quantas viagens cara =D o blog é muito bom ^^